leia nossos conteúdos e tenha muito mais

conhecimento

conhecimento
5 de janeiro de 2020
Categorias Planejamento

Como fazer um planejamento de marketing para 2020

 

Planejamento de marketing para 2020

O fim do ano está chegando e todo mundo já está falando em 2020. É nesse momento que as ações para o próximo ano são colocadas em pauta e debatidas, geralmente, entre gerentes, supervisores, coordenadores e, é claro, o(s) dono(s) da empresa.

Falar de planejamento estratégico engloba muitos fatores, mas o meu objetivo hoje é falar especificamente do planejamento de marketing. Vou te mostrar o que precisa ser analisado para montar um bom planejamento e quais são os passos a serem seguidos para fazê-lo.

Aqui, vamos falar sobre os seguintes assuntos:

  • Retrospecto das ações de 2019;
  • Objetivos para 2020;
  • Personas;
  • Jornada de compra;
  • Canais de marketing para 2020;
  • Formatos de conteúdos para 2020;
  • Ferramentas de marketing para utilizar na sua estratégia.
  • Colocando a mão na massa.

E agora, vamos ao que interessa!

Retrospecto das ações de 2019

Uma das maiores vantagens do marketing digital é a possibilidade de mensuração de todas as ações. Se você tem as ferramentas que te dizem o que deu certo e o que deu errado nas suas ações passadas, não tenha medo de usá-las! É chegada a hora de colocar abertamente na mesa o que deu e o que não deu certo.

Importante: O sucesso de uma ação de marketing está diretamente ligado ao seu objetivo. Se você fez uma publicação buscando curtidas, o principal fator a ser avaliado são as curtidas. Isso não quer dizer que você não deve avaliar outros indicadores, mas é interessante que tudo esteja alinhado com o objetivo.

Ações de marketing bem executadas não são aquelas que dão sempre certo, mas sim as que nos dão a oportunidade de compreender os seus resultados. Portanto, reúna todos os dados de campanhas que foram executadas. Vou te dar algumas dicas do que analisar:

Público

Avalie os públicos envolvidos com a sua marca durante as ações, desde uma curtida no Instagram até as vendas que foram efetuadas. É importante que você faça uma comparação entre a expectativa e a realidade, ou seja, compare o público que você gostaria de atingir com o que realmente atingiu. Esta análise serve, basicamente, para que você tenha certeza de que não está anunciando carne para pessoas vegetarianas.

Para fazer essa análise, dê uma stalkeada¹ nas publicações da sua marca, veja os perfis que curtiram, comentaram e/ou compartilharam. Encontre padrões de comportamento, de interesses, de estilo, etc. Compare esse público com aquele que tem comprado de você, veja se os padrões se mantém ou se mudam completamente. Certamente você começará a tirar algumas conclusões em cima disso.

Canais

Em quais canais a sua marca esteve presente durante o ano de 2019? Quais destes geraram mais engajamento? E vendas? Essas perguntas precisam fazer parte da sua análise, elas são fundamentais para o sucesso do seu planejamento de marketing e, consequentemente, para as ações do mesmo. Separe as ações por canal (Facebook, Instagram, Youtube, E-mail, etc.) e avalie os resultados individuais de cada um deles.

Formatos de conteúdo

Em 2019 vimos o crescimento de vários formatos de conteúdo, como os Stories do Instagram e os Podcasts, mas nem sempre eles serão os ideais para a sua marca. Identifique todos os formatos utilizados durante as ações de 2019 e separe os resultados.

A análise é basicamente a mesma do que nos outros tópicos que falamos: o que deu certo precisa ser continuado e otimizado. O que não deu certo, precisa ser avaliado para uma melhoria ou uma descontinuação.

Importante: Você deve aprender com qualquer ação, tenha ela dado certo ou não. Não existe perfeição, você sempre pode melhorar, não entre na armadilha de repetir o que deu certo sem analisar possíveis melhorias.

Tendo analisado estes três tópicos principais, você já terá bons dados para saber o que pode ou não dar certo para o próximo ano. É claro que existem muitos outros fatores que podem ser analisados, eu optei por destacar estes três por serem os mais acessíveis e fáceis de entender. Quanto maiores são os seus objetivos, mais profunda precisa ser a sua análise.

Informações de retrospecto levantadas, está na hora de começar a pensar pra frente, vem 2020!

Planejando o seu marketing para 2020

Agora que você já tem noção de como foi o seu 2019, planejar o próximo ano parece um pouco mais fácil. Aqui, vamos analisar alguns tópicos principais que não podem faltar no seu planejamento.

Objetivos

Basicamente, qualquer ação, campanha ou projeto de marketing precisa de um objetivo bem definido. É ele que determina o sucesso ou o insucesso das suas ações. Pensa comigo, se você faz uma publicação no Facebook sem um objetivo definido, como vai saber se, depois de alguns dias, aquela publicação realmente deu certo? Qual métrica você analisará? Curtidas, comentários, compartilhamentos, cliques no link ou algum outro dado?

O objetivo geral da sua empresa para 2020 está, geralmente, alinhado com o planejamento estratégico. Se a sua empresa pretende alcançar um crescimento de 10% no próximo ano, você já tem um caminho para o marketing. A partir disso, elabore campanhas em períodos de tempo menores e que também tenham objetivos definidos e, por fim, cada ação específica também precisa de um objetivo. Vamos a um exemplo:

  • Objetivo geral 2020: Aumentar faturamento da empresa em 10%;
  • Campanha de volta às aulas (fevereiro e março de 2020): Vender R$ 50.000,00 pelo e-commerce
  • Post do dia 15/02/2020: levar tráfego para o site

Claro que esse é um exemplo um pouco vago, mas é basicamente para você entender os três níveis de objetivos.

Personas

Agora você já sabe onde quer chegar, mas quem você precisará atingir? Qual é o cliente ideal que vai te levar até o seu objetivo? As personas vão te dar essas respostas.

Definir as personas é mais uma parte do núcleo do marketing digital, você já deve ter lido sobre elas em vários conteúdos, inclusive aqui no blog da Lands. Não vamos entrar nos méritos de como criar as personas aqui porque eu me estenderia demais, mas temos um artigo aqui no blog sobre o que são e para que servem as personas. Além disso, se você já sabe o que são as personas e precisa de uma ajuda para criá-las, acessa o nosso Gerador de Personas do Consumidor.

Em suma, definindo as personas você saberá com quem fala, como fala, qual a linguagem, sobre quais assuntos você deve abordar, entre outras especificações que tornam as suas ações mais assertivas. Pensa comigo, se você tem uma loja de roupas femininas, vai direcionar a sua comunicação para as mulheres, portanto, falar sobre barba não faz muito sentido, concorda?

Jornada de compra

Faz sentido essa sequência para você? Definimos os objetivos, as personas e, agora, vamos definir que tipo de ações vamos executar para cada persona, desde o primeiro contato com a sua marca até a compra propriamente dita.

Para entender o que é a jornada de compra, os seus estágios e como mapear a jornada de forma efetiva, você pode conferir o nosso conteúdo sobre o que é a jornada de compra do seu cliente.

Estágios da jornada de compra:

Esta etapa do planejamento é muito importante e deve ser definida para cada campanha, como a campanha de volta às aulas que utilizamos como exemplo anteriormente. Cada publicação, e-mail ou artigo de blog deve pertencer a uma etapa da jornada.

O sucesso de uma jornada de compra se dá, principalmente, pela fluidez com que o usuário passa pelas etapas e chega até a parte de compra do produto.

Canais de marketing para 2020

Se você pesquisar um pouco sobre novidades de canais, redes sociais novas ou em crescimento, poderá encontrar uma infinidade de opções. Talvez a que mais se destaque nos últimos meses seja o TikTok, que é, basicamente, uma rede baseada em vídeos curtos de vários gêneros.

Acontece que, estar em todos os canais nem sempre é o que você precisa. Preocupe-se com os canais que a sua persona está. Utilize todo o seu esforço para os canais corretos e o seu investimento será melhor recompensado.

Não existe receita de bolo quando se fala em canais, afinal, a persona é quem manda na sua estratégia e é ela que vai definir onde você via concentrar as suas ações. Agora, além do canal correto, é interessante que você entenda que tipo de conteúdo deve ser produzido e é sobre isso que eu vou falar no próximo tópico.

Nós já falamos sobre alguns canais aqui no blog:

Formatos de conteúdo para 2020

Tendo os canais mapeados, entenda os conteúdos que você pode produzir para cada um deles. Existem inúmeros formatos, todos eles têm potencial e o seu público vai te dizer o que dá certo ou não. Portanto, o que eu tenho para te dizer é: teste!

Imagens

Este é o formato mais conhecido, possivelmente, que são as publicações convencionais nas redes sociais, onde o conteúdo principal é a imagem, acompanhado de uma descrição que serve como complemento.

Este é um formato bem abrangente e você pode utilizar de várias formas, trabalhando desde o humor, com memes, até conteúdos informativos como dicas. Redes sociais como Instagram e Pinterest valorizam muito os conteúdos de imagem quando são genuínos e limpos. Procure utilizar fotos originais (que você mesmo tira) e evite colocar muitos elementos artificiais ou textos na imagem. Conteúdos puros costumam ter mais alcance e gerar maior engajamento.

Vídeos

O formato queridinho daqueles que gostam de alcançar mais pessoas. Originalmente, conteúdos de vídeo nas redes sociais têm maior alcance do que imagens, porém, costumam gerar menos engajamento.

Apesar de darem mais trabalho para serem produzidos, com os conteúdos de vídeo você consegue passar uma mensagem de forma mais fácil. Mas lembre-se, quem vai dizer o que é melhor é a sua persona!

Blog posts

Saindo um pouco das redes sociais, os blogs continuam em alta, porém, com alguns upgrades que podem potencializa-lo. Conteúdo de qualidade sempre terá espaço, então dedique-se à qualidade sempre!

Os blog posts podem ser a principal fonte de conteúdo gratuito da sua empresa. Além disso, o tráfego do seu blog é genuinamente seu, ali você não depende de um terceiro, como é o caso das redes sociais. Esta pode ser uma ótima porta de entrada do usuário para um relacionamento com a sua marca.

E-books e whitepapers

Agora pensando em captação de leads, os e-books e os whitepapers são os formatos mais comuns de entrega de conteúdo rico em troca de informações do lead. Ambos são muito viáveis, sendo o e-book um material mais completo e mais longo e o whitepaper um material mais curto e de consumo rápido.

Em ambos os casos, é interessante que você os disponibilize em uma Landing Page bem estruturada para estimular a conversão dos visitantes.

Bom, os formatos podem ir muito além disso, inclusive no blog da Rock Content (que eu adoro) você pode encontrar 38 formatos de conteúdo para alavancar a sua estratégia.

Ferramentas de marketing para utilizar na sua estratégia

Aqui entramos em um tema delicado, onde o que faz mais diferença é o gosto de cada um e a adaptação às ferramentas. Existem inúmeras plataformas que podem auxiliar na sua estratégia. Aqui eu vou te mostrar algumas das que utilizamos aqui na Lands.

Trello

Trello

O Trello é ótimo para a gestão da estratégia, principalmente com o power-up de calendário, onde você pode gerir que conteúdo sai em cada dia da semana. Nele você tem uma visualização geral de como será a produção de conteúdo para a semana ou para o mês, possibilitando, inclusive, a gestão da equipe na estratégia.

Etus Social

Etus

O Etus é uma ferramenta destinada à gestão do relacionamento nas mídias sociais. Com ele você pode gerenciar as publicações, fazendo o agendamento das postagens em todas as redes sociais e evitando um trabalho dobrado para publicar no Facebook e no Instagram, por exemplo. Além disso, você também pode gerenciar as mensagens inbox por ele e ter uma visão geral sobre as suas redes sociais em uma ferramenta só.

Reportei

Reportei

Quando o assunto é relatório, o Reportei é uma ferramenta muito completa e que facilita a sua vida na hora de reunir os dados para uma apresentação, por exemplo. Conecte as suas contas no Reportei e gere os seus relatórios, comparando com períodos anteriores ou não. Integrando com vários canais como Facebook, Instagram, Facebook ads, Google Analytics, RD Station Marketing, entre outros.

Tudo que você precisa para uma estratégia bem montada

Pronto, agora você já sabe o que precisa fazer e como fazer a sua estratégia de marketing para 2020, correto? O que falta agora é colocar a mão na massa e fazer o marketing acontecer. Afinal, os leads não vêm sozinhos né?

Planejando o macro

Como o nosso objetivo aqui é planejar o ano como um todo, não vamos entrar em detalhes específicos como tema de publicação, vamos falar de planejamento de campanhas.

Entenda as sazonalidades gerais

Olhando para o calendário anual, conseguimos identificar algumas datas que mobilizam o país como um todo. Analise cada uma delas e entenda se elas fazem sentido para a sua empresa, alguns exemplos:

  • Fevereiro – Carnaval
  • Junho/julho – Copa América de Futebol
  • Julho – Férias escolares
  • Julho – Olimpíadas de Tóquio
  • Outubro – Eleições municipais 2020
  • Novembro – Black Friday
  • Dezembro – Festas de fim de ano

Depois disso, monte um calendário com as campanhas a serem executadas durante o ano, incluindo sazonalidades gerais e sazonalidades do seu negócio. Este calendário pode ser alterado durante o ano, mas é interessante que já se tenha algo pré-definido.

Planejando cada campanha

Não existe um método perfeito para esta parte do planejamento, onde você vai definir o que será feito em um período menor de tempo. A duração das campanhas varia de acordo com o contexto. Elas podem durar 1 semana ou 3 meses (ou até mais), tudo vai depender do seu objetivo e do que a campanha trata.

Um dos métodos que pode ser aplicado é o Lean Canvas, inclusive nós o utilizamos aqui na Lands. Utilize este canvas para entender todo o contexto da campanha. Desde os clientes até os objetivos e as métricas que serão analisadas.

Canvas

Agora vamos ao micro

Perceba que estamos afunilando, primeiro pensamos no ano como um todo, depois em uma campanha específica, agora entramos de vez na campanha e vamos definir cada conteúdo a ser publicado.

Existem duas coisas que você precisa ter em mente para definir cada ponto dentro das suas ações: Objetivo e Persona. Cada post de rede social, blog post, e-mail ou qualquer outro material deve estar alinhado com estes dois fatores, principalmente.

Os formatos de conteúdo e a frequência vão se moldar de acordo com a aceitação do seu público, pode ser que as pessoas que acompanham a sua marca queiram ver conteúdos diários, ou somente duas vezes na semana. Faça testes e mantenha a consistência, é melhor você ter 3 publicações semanais de forma fixa e constante do que tentar fazer 5 posts e acabar não dando conta.

À medida que você for definindo temas e conteúdos para cada canal, centralize esta programação em uma ferramenta, que pode ser o Trello, por exemplo. Isto pode facilitar a visualização do todo por parte da equipe, como o exemplo abaixo:

Calendário Trello

Pronto! Agora você já está pronto para criar o seu planejamento para 2020, desde o macro, visualizando o ano todo, até o micro, criando cada conteúdo específico.

Espero que tenha gostado desse conteúdo sobre o seu marketing nesse ano que está começando, pode ficar à vontade para me enviar uma mensagem ou deixar um comentário, um abraço e até a próxima!

¹Stalkear é buscar mais informações de forma manual, no caso, buscar as informações de cada publicação de forma específica.

5 de janeiro de 2020
Categorias Planejamento



Deseja receber dicas e

novidades imperdíveis?

Veja alguns dos nossos materiais