leia nossos conteúdos e tenha muito mais

conhecimento

conhecimento
5 de março de 2020

Falha nas campanhas de marketing: O que pode estar errado?

Falha nas campanhas de marketing

Seguindo a nossa saga sobre a análise de resultados nas campanhas de marketing, neste artigo vou falar sobre um assunto delicado: falha nas campanhas de marketing. Em um primeiro momento, parece que tudo está perdido, afinal, a campanha que você depositou tanta confiança não deu certo. E agora, o que fazer?

Primeiro vamos de clichê, depois de prática!

Provavelmente você já espera ler algo aqui sobre “aprender com os erros”, “é no erro que se aprende”, entre outras frases que lemos quase todos os dias. E não é que o clichê faz sentido?

As falhas vão te mostrar muita coisa, vão te mostrar fatores que você não esperava encarar como negativos. Por exemplo, você escreveu o texto de um e-mail e amou! Porém, depois de enviar, percebeu que aquele e-mail não atingiu os resultados que você esperava, é hora de rever alguns conceitos.

Para ficar mais fácil, vamos fazer a mesma divisão que eu sugeri no outro conteúdo sobre como mensurar os resultados das campanhas de marketing: a divisão por etapas.

Obs.: essa é a hora que começamos a entrar na parte prática, então fica ligado!

Dividindo a campanha em etapas

Independente de que tipo de campanha você está veiculando, é possível separá-la em etapas para que você possa entender onde está a falha. Vou te dar alguns exemplos mais comuns, para que você entenda o padrão.

Campanhas de e-mails

Se você fez o envio de um e-mail, cujo objetivo é vender um determinado produto, ou seja, o fluxo perfeito seria: o lead abre o e-mail, lê o conteúdo, clica no link, acessa a página do seu produto e compra. Perfeito, não?

Acontece que analisando os resultados após o envio, você percebeu que o seu e-mail teve uma boa taxa de abertura, mas as pessoas não clicaram no link e, consequentemente, não compraram o produto. Onde está o erro? A análise é simples e nós vamos fazer passo a passo.

1- Abertura

Na análise da abertura do e-mail, o fator influenciador é o assunto. Se o assunto do e-mail for bom, ele terá uma boa taxa de aberturas. Neste caso, o desempenho de aberturas do seu e-mail foi bom, portanto, seu assunto chamou a atenção das pessoas e elas quiseram abrir o e-mail. Passo 1 completo! ✔

Para você produzir bons assuntos, existem alguns artifícios que podem chamar mais atenção, por exemplo:

  • Utilizar o nome do lead no assunto: o nome das pessoas sempre chama a atenção, dá a ideia de pessoalidade;
  • Utilização de emojis: os emojis podem dar um destaque maior na listagem de e-mails;
  • Números e porcentagens: outro fator que gera destaque na listagem, os números atraem os olhos humanos.

Estes são alguns exemplos de “sacadas”, mas o importante é que você faça testes e encontre o estilo de assuntos que mais fazem sentido para a sua persona.

2- Clique no link

Já nesta etapa, o influenciador é o conteúdo. O seu lead só vai clicar no e-mail se o conteúdo chamar a atenção e for convidativo o suficiente para fazê-lo clicar. No exemplo que citamos anteriormente, o seu e-mail não teve um bom desempenho de cliques, portanto o seu conteúdo não despertou o interesse do lead.

Neste caso, é preciso analisar o conteúdo com calma e entender os motivos para as pessoas não se interessarem. Faça algumas perguntas a si mesmo: “Se eu lesse esse e-mail, eu compraria?” e “Estou oferecendo algo que o meu lead realmente tem interesse?”.

É importante que você seja empático nesse momento e entenda a mentalidade de quem está lendo o e-mail, afinal, se você oferecer carne para um vegetariano, ele vai se interessar?

3- Venda do produto

Aqui, o ponto principal a ser analisado é a página de venda do produto em questão. Vamos supor que o seu e-mail teve uma boa taxa de cliques, mas isso não se concretizou em venda.

Neste caso, o conteúdo do seu e-mail foi bom, despertou a curiosidade dos leads fazendo-os clicar no link, porém, a página do produto não está fazendo o seu papel de venda. Nesta etapa, é importante que você entenda quais dúvidas e objeções podem surgir na cabeça do lead e se você está solucionando elas. O mais importante é deixar o caminho livre para o seu cliente tomar a decisão.

Tendo a sua campanha dividida em etapas, fica mais fácil encontrar os erros e solucioná-los. Caso estes pontos ainda não tenham te ajudado, deixa nos comentários qual a sua dúvida e vamos conversar!

Campanha nas redes sociais

Este foi o exemplo que eu utilizei no último artigo aqui no blog, sobre como medir os resultados nas campanhas de marketing. A divisão por etapas também é feita, porém, com algumas diferenças na análise. O mais legal é que neste tipo de campanha você pode fazer a análise durante o andamento, não precisa esperar o fim das ações para verificar as mudanças.

Mas antes, vamos entender o fluxo perfeito do usuário: ele vê o anúncio, clica no link, acessa a página do seu produto e efetua a compra. Dividimos!

1- Cliques no link do anúncio

Este é o primeiro ponto que precisa ser analisado. Se você está com um bom número de cliques, quer dizer que você está alcançando as pessoas e elas estão se interessando. Portanto, o anúncio está performando como deveria!

Para criar uma boa campanha, você precisa aprender pelo menos o mínimo sobre leads.

Agora, se você não está tendo um bom número de cliques no seu anúncio, existem dois fatores que podem influenciar:

  • O anúncio em si: imagem ou texto não estão chamando a atenção do usuário. Faça alguns testes, mude uma coisa de cada vez e analise a performance das mudanças.
  • O público do anúncio: você está fazendo a oferta para o público certo? Neste caso, sugiro que você faça alguns testes de público e analise a performance. De nada adianta fazer um super anúncio se você vai mostra-lo para as pessoas erradas.

2- Venda do produto

Aqui a análise é exatamente igual à que fizemos na campanha de e-mails. Se o público está indo até a página do produto mas não está comprando, então algo precisa ser melhorado aí. Informações do produto, imagens, preço, entre outros fatores vão influenciar na decisão de compra.

Veja como medir os resultados das campanhas de marketing

Faça esse mapeamento, dê uma espiadinha no seu concorrente e entenda o que precisa ser melhorado.

Por fim, teste e execute novamente!

A análise foi feita, você separou a sua campanha em etapas e conseguiu encontrar pontos de falha? Agora coloca as melhorias para rodar e analisa novamente. O processo de análise dentro das campanhas de marketing é cíclico, como o próprio Erico Rocha fala, é uma questão de treinamento e repetição.

Depois que você analisar as suas campanhas e aplicar as melhorias, conta pra nós como estão os seus resultados e o que você está fazendo para melhorá-los. Tenho certeza que nós podemos te ajudar. Um abraço e até a próxima! 😀

5 de março de 2020



Deseja receber dicas e

novidades imperdíveis?

Veja alguns dos nossos materiais