leia nossos conteúdos e tenha muito mais

conhecimento

conhecimento

Cuidados para serem tomados no marketing durante a copa

copa taça e bola

Nessa época desse ano, com o evento da Copa do Mundo, o marketing é algo grandioso. A Copa do Mundo traz uma série de oportunidades para os que sabem aproveitar. No entanto, é necessário bastante cuidado na hora de utilizar a copa para promoção do seu negócio. Neste artigo comentaremos os principais cuidados que precisam ser tomados na hora de realizar ações de marketing durante a copa.

Por que tomar cuidado no marketing durante a copa?

Toda vez que algum serviço ou instituição faz publicidade com alguma empresa ou qualquer evento que tenha marca registrada, tal como a copa e a entidade que a realiza são, é necessário que esse serviço seja patrocinador deles. Isso significa que caso você tenha uma empresa que venda artigos esportivos e quiser se promover utilizando o nome da Copa do Mundo através de publicidade, você precisa estar de acordo com a Fifa e se tornar um patrocinador deles.

Caso o nome dessas empresas com marcas registradas for citado sem a devida autorização, a instituição que fez a citação pode levar multa, além de gerar uma série de complicações judiciais. Com o patrocínio feito, ou seja, com um contrato firmado com a empresa, não haverá problemas em realizar as publicidades utilizando nomes relacionados às marcas do evento.

Para evitar esses problemas relacionados às marcas do evento, resumimos neste artigo os principais cuidados a serem tomados antes de fazer marketing durante a copa.

Utilização da marca Fifa

A Fifa tem um conjunto de regras que é organizado por ela mesma em relação aos direitos de imagem da empresa e dos nomes relacionados à ela.

Logicamente, a entidade considera nomes como “Copa do Mundo” e “Rússia 2018” exclusivos. Em outras palavras, esses termos são de uso exclusivo da Fifa, já que ela os registrou, pertencem aos patrocinadores. Como consequência, nenhuma imagem relacionada a esses nomes, nem mesmo logotipos, podem ser usados para promover um produto ou serviço de alguma empresa, caso essa empresa não seja patrocinadora da Fifa ou da copa.

É comum que no trabalho do marketing digital haja uma grande produção textual em blogs e imagens em redes sociais. Durante o marketing, deve-se tomar cuidado quando se referir à Copa do Mundo ou qualquer nome de uso exclusivo pela Fifa tanto da forma textual quanto visual, caso o cliente não seja patrocinador oficial.

Se a empresa for física, o cuidado tem que ser ainda maior: se houver denúncia sobre uso indevido da imagem da Fifa, a infração pode ser mais grave.

Em relação à produção textual, podemos listar alguns termos que são considerados pela Fifa como de uso exclusivo dos patrocinadores ou dela mesma:

  1. Fifa;
  2. Copa do Mundo;
  3. Copa 2018 (o termo “copa” sozinho pode ser usado, mas não pode ser seguido do termo “2018”);
  4. Rússia 2018.

Em relação à produção de imagens, podemos listar as imagens que a Fifa considera exclusivas:

  1. Emblema e pôster oficial da Copa do Mundo;
  2. Mascote;
  3. Troféu;
  4. Tabela de Jogos e Identidade Visual dos Jogos.

Vale lembrar que essa proibição, tanto de termos quanto de imagens, só se dá para fins publicitários. Caso uma matéria jornalística esteja sendo redigida, não há problemas jurídicos relacionados a esses casos.

Finalizando

Para fechar, gostaria de destacar que qualquer tipo de premiação e sorteio utilizando o nome da Copa do Mundo, é proibido. A justificativa da Fifa para isso é que essas ações promocionais se apoiam e se aproveitam tanto da autoridade quanto da visibilidade dos eventos da Fifa. Em termos mais coloquiais: eles fazem todo o trabalho e você só aproveita a onda.

Em suma, se alguma empresa quiser utilizar o nome da Copa do Mundo para fins publicitários, não há saída: é necessário ser patrocinador oficial da Copa do Mundo. No caso de utilização de nome ou imagem indevida da Fifa, um processo pode ocorrer e uma multa é cobrada em cima da empresa.




Deseja receber dicas e

novidades imperdíveis?