Blog

Acompanhe a Lands Agência Web

O que é IPv6 e qual sua importância no presente e no futuro da internet

A internet está crescendo de maneira exponencial, e a quantidade de usuários também, se no ano 2000 a internet possuía aproximadamente 400 milhões de usuários, 15 anos depois passou a ter 3,2 bilhões de usuários confira os números aqui, isso acontece graças à sua acessibilidade em relação ao preço e a disponibilidade da internet em […]

3 de maio de 2017

img/landsdig_blognovo/299_post_13056.jpg
A internet está crescendo de maneira exponencial, e a quantidade de usuários também, se no ano 2000 a internet possuía aproximadamente 400 milhões de usuários, 15 anos depois passou a ter 3,2 bilhões de usuários confira os números aqui, isso acontece graças à sua acessibilidade em relação ao preço e a disponibilidade da internet em inúmeras partes do mundo e a popularização dos aparelhos de comunicação portáteis e inteligentes, tais como smartphones e tablets.

Mas afinal de contas, aonde entra o IPv6 nesta história?

Bom, primeiramente vamos abordar um pouco mais sobre o IPv4, o seu antecessor. O IPv4, assim como o IPv6, é um protocolo internet, também conhecido como IP. Ele tem como principal objetivo identificar os computadores em uma rede, no caso a Internet. O padrão de protocolo de internet IPv4 foi criado oficialmente em 1981, tendo um formato de endereçamento de 32 bits. Isto gera aproximadamente 4.294.967.296 de endereços possíveis. Na época de criação, este valor era considerado algo relativamente impossível de se alcançar. No entanto, nos tempos atuais, esta quantidade está atingindo ou então atingido o seu limite.

E qual é o problema do IPv4 atingir o seu limite?

Bom, o problema já pode estar acontecendo e você pode não ter notado. Isto se dá por que as operadoras de internet estão basicamente “contornando este limite” distribuindo o mesmo endereço de IP para os consumidores que estão utilizando o seu serviço de internet. Sendo assim, dois ou mais serviços estariam com o mesmo endereço de IP. Isto também dificultaria a identificação de um usuário específico na rede. É importante levar em conta também que o padrão IPv4 possui outros problemas, tais como o seu roteamento complexo, onde a comunicação entre uma conexão IPv4 e um servidor IPv4 chega a passar por uma extensa rota para que informação seja transferida.
Com tudo isso, vamos falar o que o IPv6 tem de vantajoso e por que ele veio para ficar. Podemos começar pelo seu sistema de endereçamento baseado em 128 bits, o que gera aproximadamente 3.4×1038 (340.282.366.920.938.463.463.374.607.431.768.211.456) de endereços possíveis, isto significa que aproximadamente 56 octilhões de endereços estariam disponíveis para cada humano da Terra. Além disso, diversos outros problemas do IPv4 também foram resolvidos, tais como simplificação das rotas de comunicação, velocidade e segurança.